• Modular Cursos

DESIGN PARA MARKETING DIGITAL: O segredo para vender mais!

Atualizado: Jan 9

O que o design tem a ver com o Marketing Digital? Vamos ver nesse artigo o que é e como usar o Design para melhorar seus resultados de marketing digital.


Pessoas trabalhando em equipe para montar as melhores estratégias de design aplicado ao marketing

O Design é uma peça fundamental dentro do Marketing Digital isso porque a grande maioria dos conteúdos é visual. Um bom Design vai ajudar a identificar a personalidade da sua empresa e promover os seus produtos e marcas por meio das mídias. Quanto mais bonito e chamativo for a sua comunicação visual mais compartilhamentos e atração você vai ter, ou seja, você precisa estabelecer um bom planejamento sobre a identidade visual da sua marca e começar a aplicar ela com um Design impecável.


Quando falamos em design estamos falando justamente de projetar, planejar e executar algo que tenha um apelo ou função sensorial. Quando pensamos em design pensamos em imagens textos e cores, mas ele também pode usar os demais sentidos como olfato, audição e tato para criar soluções. Logo, design é criar soluções através de um projeto.

Você pode fazer isso em diferentes nichos, vamos falar primeiramente dos sites. Todo site é um centro da estratégia do marketing digital, o design focado no site costuma se preocupar muito com a navegação e exposição da marca para facilitar a conversão de usuários em clientes.


Design em Landing Pages


Isso pode implicar na criação de Landing Pages atraentes e que mostrem tudo o que ele precisa saber imediatamente, uma boa chamada destacada, descrições bem diagramadas para uma fácil leitura e imagens atraentes. É essencial pensar também no fluxo do processo, dessa forma podem-se usar formulários intuitivos, navegação bem sinalizada e dicas visuais pelo percurso.

Segue um exemplo de uma landing page do site Airbnb.


O design de uma landing page ajuda na conversão

Uma foto atraente, com cores chamativas, e uma chamada bem feita.


Design em Blogs


Falando agora sobre os blogs, é onde mais se usa a estratégia de marketing de conteúdo, uma vez que você oferece às pessoas um conteúdo relevante na hora certa para que os clientes venham até a sua empresa por conta própria.

Um bom design em blogs deve ter o foco em diagramação e a valorização do conteúdo facilitando assim a leitura para guiar depois os usuários intuitivamente a se aprofundar mais naquele produto ou marca.


Cores, organização e layout são fundamentais para manter a atenção do usuário

Imagens de qualidade, com uma introdução de fotos acima, e ao lado um perfil explicativo e atrativo.



Design e as Redes Sociais


Nas redes sociais é onde você deve investir mais ainda nas imagens, vídeos e infográficos até mesmo animações que traz uma maior chance de atingir um número alto de compartilhamentos.

Conteúdo bonito ajuda a chamar atenção
Design para Redes Sociais

Desde a capa do Facebook até o GIF do Twitter, uma campanha bem planejada sabe criar uma linguagem visual própria e aplicá-la nas redes sociais, e isso implica desde a cor da sua marca até a fonte usada em todas as comunicações, o tipo de modelos nas imagens e toda a identidade da marca.




Design e E-Mails


Um bom design em e-mail marketing também é fundamental, como falamos lá em cima sobre as estratégias de e-mail, o importante é criar um design simples e impactante, que chame a atenção e um segundo, e não deixe que o usuário feche a mensagem.

É importante também se atentar a forma que é lida os e-mails, por isso as práticas de design responsivo são indispensáveis para não atrapalhar a experiência de atração da marca, independentemente de como o usuário abra a caixa de entrada do e-mail, o conteúdo tem que estar lá, limpo, claro e objetivo passando a mensagem para o qual foi criado.

O Design no marketing digital não é um grande fator de compra realmente, mas é o que traduz de fato o seu produto, além de promover o diálogo entre o produtor ou afiliado e o consumidor. Quando se cria uma identidade visual e de textos coerente, sua campanha se torna mais efetiva poupando assim retrabalhos e custos desnecessários.



Design e Marketing de Conteúdo.


O design também está presente no marketing de conteúdo, a preocupação com o design nos materiais gráficos que é disponibilizado é muito importante e muito abrangente, até porque o design gráfico está estampado na página do Facebook, no perfil do Twitter, no site até no ebook. Já foi comprovado que ter um bom designer com conteúdo e com boas imagens gera mais engajamento.

O que você precisa saber sobre Design:

Os designers têm certas comunicações que são válidas para todo mundo saber como funciona e o que é. Vamos separar em alguns tópicos:


Imagens digitais


Existem dois arquivos, o de imagem digital e os arquivos para impressão. A maior diferença que há entre esses dois tipos de arquivos é tipo de cor que se emprega neles.


Escala CMYK

Os arquivos para impressão usam essa escala chamada CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto). Isso porque serão impressos com tinta posteriormente, aquelas cores que vemos na tela durante a visualização da imagem são meramente ilustrativas. E claro, que o resultado da impressão depende também da calibragem da impressora que vai executar a impressão do tipo de papel.

Escala RGB

Todos os arquivos digitais usam a escala RGB (vermelho, verde e azul) as três cores-luzes que são emitidas por qualquer tela. Inclusive essa escala permite cores muito mais cintilantes e fluorescentes algo que se fosse numa impressão seria impossível sem tintas especiais. Agora que falamos sobre imagens digitais, vamos entender os tipos de imagens que existe, nesse caso são dois tipos: imagem vetorial e imagem bitmap (mapa de bits)

Imagem vetorial

Vetor são imagens com um visual mais “chapado”, sem sombras muito complexas e uma estética mais ilustrativa. Além de serem mais simples e com uma estética concisa. É muito fácil sintetizar ideias complexas em poucos elementos vetoriais. Outra vantagem é o tamanho e a sua escalabilidade. Imagem vetorial é formada por pontos vetoriais, logo as imagens são formadas a partir de poucos pontos que geram formas, que possuem informações de cores no preenchimento. Essas imagens vetoriais podem ser encontradas nos formatos: ai. Cdr. Eps. Svg. Pdf.

Bitmap

As imagens de mapa de bits podem reproduzir fotos com fidelidade. As imagens são formadas por vários pontos minúsculos chamados pixels. Pixels são aqueles quadradinhos que é possível ver quando se dá zoom em uma imagem. É o tipo de imagem mais utilizada no meio digital, isso porque o bitmap possui um dado muito importante chamado resolução, que nada mais é como se um limite de escalabilidade pré-definido e imutável que a imagem possui. Por isso se você excede a resolução pré-estipulada de uma imagem bitmap os pixels começam a “estourar”.

Dessa forma, o ideal é que sempre trabalhemos com imagens em bitmap com uma folga de tamanho, sempre maiores do que o arquivo final, pois as vezes estamos fazendo um material para ser usado numa resolução pequena como a exibição numa página de internet, por exemplo. Mas que no futuro pode vir a ser impresso.

DPI

Significa “dot per inch” — em português, ponto por polegada — e é esse valor que estipula a resolução de uma imagem. Quanto maior o DPI de uma imagem, maior a resolução e maior também o tamanho do arquivo.

Arquivos bitmap são encontrados em diversos formatos, mas os mais famosos são: .bmp, .jpg, .jpeg, .png, .gif.

Bancos de imagens:

Banco de imagens é onde você consegue achar excelente fotos com ótima qualidade que está disponibilizada para serem usadas. Alguns bancos são pagos como o Getty imagens o mais famoso, porém existem diversos bancos gratuitos com várias variedades de imagens.




Fontes


Sempre que trabalhamos com textos, vamos recorrer a fontes. Fonte nada mais é que o tipo de letra que você usa num texto. As fontes são muito importantes pois uma aplicação errada de fonte pode dificultar a leitura do seu material e ninguém tem tempo para perder tentando entender o que está escrito em algum lugar.

A dica de ouro aqui é: seja simples! Fontes simples facilitam a leitura. Você pode ter muita vontade de usar uma fonte radical no seu material sobre surf, mas tome muito cuidado!


Fontes muito rebuscadas, além de prejudicarem a leitura, não são bem vistas pela comunidade de design. São consideradas não profissionais, bregas e mal aplicadas. Criar uma identidade para sua marca/empresa está diretamente relacionado às fontes que você usa nos seus materiais. Escolha duas ou três fontes para serem as suas fontes padrão.

As melhores ferramentas para design.


Os softwares de design gráfico são aliados imprescindíveis para editar fotos, criar produtos gráficos, editor de livros e revistas.

Atualmente a melhor linha para design, são os produtos da Adobe. Como:

  • Adobe Photoshop

  • Adobe Illustrator

  • Adobe Indesign

  • Adobe Premiere

Existem diversas outras ferramentas a ser usado também, como o Canva, por exemplo, mas para algo mais profissional o pacote do Adobe é bem recomendado para o uso de projetos de design.

Alguns programas para criação em bitmap:

  • Adobe Photoshop;

  • Corel;

  • Paint;

  • Shop Pro;

  • Corel Painter;

  • Corel Photopaint;

  • Gimp.

Já os principais arquivos para artes vetoriais são:

  • Adobe Illustrator;

  • CorelDraw;

  • Freehand;

  • Inkscape;

  • Real Draw;

  • Xara;

  • Grunt.

Como vimos o design é um importante aliado do marketing digital. Como melhorar suas campanhas com técnicas de design? Como melhorar a posição da sua marca com fontes mais agradáveis? Como o design ajuda a impulsionar seu marketing de conteúdo? Como boas imagens ajudam a despertar gatilhos mentais que geram mais resultados?

Se você quer aprender mais sobre Marketing Digital de forma estratégia para otimizar seus resultados, dê uma olhada no nosso Curso de Marketing Digital Estratégico.







113 visualizações1 comentário