• Modular Cursos

Saiba tudo sobre: Cartão de Crédito e Débito

Atualizado: 30 de Nov de 2020

Qual a melhor opção para você? Destacamos as vantagens e desvantagens de cada modalidade para auxiliar você na tomada de decisão. NÃO FIQUE EM DÚVIDA, ESCOLHA CERTO!



Há anos atrás era muito comum presenciar seu avô retirando do bolso um bolo de dinheiro, naquele tempo, tudo era pago em espécie. Fato que com a chegada dos cartões, raramente encontramos alguma carteira com dinheiro, geralmente carrega-se o básico para algo eventual, enquanto as contas típicas são pagas rapidamente com o cartão.


O cartão de crédito tornou-se nos últimos anos o vilão para maioria dos brasileiros, embora não deve-se ter esta fama, afinal quando utilizado com bom-senso pode ser muito útil. O problema está na utilização, na falta de controle orçamentário e emocional do consumidor. Isso ocorre, pois o cartão de crédito trouxe conveniência e segurança, uma vez que viabiliza o poder imediato de compra, mesmo que o consumidor não disponha de dinheiro no momento do uso.


Mas queremos responder à pergunta - Qual usar, cartão de crédito ou débito?


Antes de mais nada, precisamos definir o que cada um significa, portanto:


A verdade que não há uma resposta certa, uma vez que há variação de pessoa para pessoa.


O cartão de crédito pode ser útil, embora seja muito fácil perder o controle sobre os gastos, no sentido de que o crédito nada mais é que um empréstimo feito pelo banco para você, com um período determinado para pagamento. Passado esse prazo, incidem-se juros sobre a dívida, que, com o tempo, podem se tornar uma bola de neve, pois tratar-se dos juros compostos. Porém o pagamento no cartão de débito também tem seus problemas, vamos elencar as vantagens e desvantagens de cada uma das modalidades de pagamento.

Vantagens e desvantagens do Cartão de Crédito

Há vantagens em realizar compra utilizando o cartão de crédito, dentre elas destacamos:


  • Possibilidade de parcelamento de produtos caros, muitas vezes sem juros;

  • Postergação de pagamento para o próximo mês;

  • Possibilidade de fazer reserva em hotéis que exigem este meio de pagamento;

  • Obtenção de pontos em programas de fidelidade;

  • Segurança, o cartão de crédito permite que o usuário ande com grandes quantias, liberadas apenas mediante a senha. Além disso, no caso de perda ou furto é possível cancelar rapidamente;

  • Milhas, alguns cartões de crédito acumulam milhas para trocar em descontos e benefícios o que ajuda nas finanças.

  • Praticidade, pois é possível fazer compras online com mais facilidade.


As desvantagens do cartão de crédito são descritas a seguir:


  • Altas Taxas de juros cobradas quando não há pagamento total da fatura e variam de acordo com a instituição financeira;

  • Pode ser entendido e usado como complemento de renda. Não é incomum encontrar pessoas que fazem do cartão de crédito como, ainda que inconscientemente, sua renda extra. Vale lembrar que o limite do cartão não é renda extra;

  • Fraude, apesar de facilmente identificadas e corrigidas, ainda há muitas fraudes de cartão de crédito;

  • Para quem ainda não possui controle sobre finanças ele pode ser uma péssima opção. Por ser fácil e prático o cartão de crédito incita que o consumidor passe pequenas compras no cartão de crédito, com a sensação de que a fatura virá com um valor baixo. Onde ocorre o descontrole que gera altas faturas de compras desnecessárias.


Quer saber mais sobre contabilidade voltada para investidores? Clique na imagem e descubra os principais pontos que um investidor deve analisar nos demonstrativos financeiros e assim investir melhor, e de forma mais tranquila!


Vantagens e desvantagens do Cartão de Débito

Se há debate em qual das modalidades comprar, com certeza que o cartão de débito também oferece boas vantagens, das quais, apresentaremos a seguir:

  • Assim, como no crédito também é uma das vantagens a conveniência e segurança;

  • O pagamento é realizado na hora, ou seja, à vista. Sem dívidas posteriores;

  • O cartão de débito é mais aceito em compras por atacado ou com descontos;

  • Facilita no Planejamento financeiro, uma vez que o consumidor não irá gastar mais do que tem em sua conta;

  • Maior possibilidade de receber descontos, uma vez que os comerciantes costumam oferecer descontos nos produtos comprados à vista, ainda que seja em cartão de débito.

As principais desvantagens do cartão de débito são:

  • A possibilidade de cair no Cheque especial. Isso ocorre quando o consumidor passa o cartão com um valor superior ao disponível em conta, sendo assim, o banco pode oferecer o cheque especial, o qual conta com altos juros mensais;

  • Sem parcelamento, pois somente é possível comprar à vista com o cartão de débito;

  • Vínculo com a instituição financeira. Os cartões de débito precisam de um vínculo com uma conta bancária;

  • Dificuldade em obter estorno quando há um erro na cobrança. O reembolso pode ser demorado, o que implica em uma conta sem dinheiro neste período.

Avaliando as alternativas


As vantagens e desvantagens foram descritas, agora cabe analisar, considerando seu planejamento financeiro o que melhor lhe cai. No geral, orienta-se para que as compras do dia a dia, como supermercado, farmácia, combustível, entre outras, seja colocado no cartão de débito para facilitar no controle, uma vez que são despesas listadas em seu orçamento mensal.


Compras de valores mais elevados como, eletrodomésticos, celulares, notebooks, passagens aéreas podem ser compradas com o cartão de crédito, uma vez que é possível parcelar muitas vezes sem juros e também, utilizar os pontos em programas de pontuação. Inclusive, este é outro motivo que pode fazer do uso do cartão de crédito sua preferência, pois caso, esteja participando de algum programa de pontuação vantajoso, talvez seja interessante concentrar a maior parte dos gastos no cartão de crédito, com a intenção de acumular mais pontos.


Embora, para isto, você deve possuir amplo controle sobre suas finanças e ter um orçamento mensal minunciosamente descrito, para não haver problemas com gastos acima de suas receitas.


Considerando todos estes aspectos, cabe somente a você decidir pela melhor opção de uso. Lembrando, se ainda não estiver o controle emocional sobre o dinheiro, prefira o pagamento em dinheiro vivo, pelo maior controle e sobretudo por sentir a “dor da compra” ao ver o dinheiro saindo de suas mãos para de outra pessoa.


Curtiu o material preparado para você? Conte sua história com os cartões, já houve problemas de controle? Se sim, como resolveu?

Abaixo separamos uma grande oportunidade de aprimorar seus conhecimentos em assuntos como juros, taxas, cálculos de financiamento entre outras modalidades. Aproveite para aprimorar seu conhecimento e tirar vantagens com ele.


Clique aqui para ver mais!


Estamos em todas redes sociais, nos siga e confira todo conteúdo que fornecemos para você. Te esperamos lá.

5,207 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo