• Modular Cursos

ANÁLISE HORIZONTAL E VERTICAL

Atualizado: 30 de Nov de 2020

Saiba onde utilizar e como utilizar estas poderosas ferramentas de análise comparativas.


Um meio importante para o investidor analisar empresas é a aplicação de técnicas comparativas, sejam elas técnicas fundamentadas na comparação de índices passados, indicadores setoriais ou entre empresas. Uma análise comparativa tem melhor resultado quando realizada com dados relacionados ou afins.


A comparação pode ser dada por meio de uma mesma demonstração financeira, relacionando lucro com investimentos, custos com vendas, capital de giro com ativo total entre outras diversas possibilidades.


Cabe ressaltar outro aspecto importante relacionado a uma análise comparativa, trata-se da possibilidade de identificar a evolução de uma empresa por meio de demonstrativos passados, semestrais ou anuais. Desta forma é possível identificar no horizonte de tempo mais amplo, tendências como: crescimento de vendas, lucros e evoluções de patrimônio líquido, entre outros.


Avaliando o desempenho financeiro das empresas


Uma das técnicas mais simples e eficientes para gerar informações sobre o desempenho financeiro de uma empresa usando análise comparativa dos demonstrativos: Balanços Patrimoniais e a DRE é a aplicação da análise vertical e a análise horizontal.


Quer saber mais sobre a importância dos Demonstrativos financeiros para um investidor, leia nosso artigo sobre: Contabilidade para Investidores.

CLIQUE AQUI PARA LER

Apesar de serem consideradas técnicas simples, estas expressam variações importantes do balanço patrimonial e DRE, podendo fornecer aos envolvidos e interessados informações valiosas para tomada de decisão.


A diferença principal entre estas duas abordagens consiste no período de análise.


A análise vertical tem como objetivo avaliar o desempenho de diferentes contas ou grupos de contas dentro do mesmo período.


Enquanto a análise horizontal considera a comparação de períodos diferentes das mesmas contas realizadas na horizontal.


Embora seja tentador buscar uma técnica preferencial, recomenda-se a aplicação conjunta das duas análises. Enquanto, com a primeira é possível identificar situações atuais, a segunda evidencia tendências, ambas informações valiosas e fundamentais para o investidor.


Análise vertical


Com a análise vertical é possível determinar a participação relativa de cada elemento patrimonial e de resultados. A análise vertical (AV) compara cada elemento em relação ao total do conjunto, portanto ela destaca em termos de porcentagem a participação de cada elemento no conjunto. Esta análise recebe esse nome, pois pode ocorrer de forma vertical, ou seja, de cima para baixo ou de baixo para cima.

É no balanço patrimonial e na demonstração de resultados de exercícios que a análise vertical possui maior aplicabilidade, principalmente por gerar informações importantes de maneira ágil e simples.


A metodologia para sua aplicação consiste em determinar um valor base como referência e assim para cada um dos demais itens calcular o valor correspondente ao valor base determinado no início, seja para o balanço patrimonial ou DRE.


A equação utilizada para determinar os valores em percentuais de uma análise vertical para cada item trata-se de uma regra de três simples, portanto temos para o balaço patrimonial as seguintes equações:


AV (%) do Balanço patrimonial para o ativo:

Enquanto para o AV (%) do Balanço patrimonial referente ao passivo:



O raciocínio segue a mesma linha para uma DRE, no entanto para determinar o valor referente a análise vertical, determina-se apenas como valor base o Valor das receitas Líquidas.



Exemplo AV - Balanço Patrimonial


O balanço é constituído basicamente pelos lados do ativo e passivo, portanto seguimos os seguintes passos:


  1. Determinação do valor base para o ativo;

  2. Determinação do valor base para o passivo;

  3. Adicionar uma coluna vertical para os valores de AV%;

  4. Determinar o valor 100 para a lacuna referente ao valor de referência;

  5. Calcular individualmente os demais itens, utilizando as fórmulas já descritas;

  6. Analisar os resultados.

Como resultado teremos a análise vertical de um balanço patrimonial conforme exemplo demonstrado abaixo:

Após finalizado o processo dos cálculos é possível analisar os números e retirar informações valiosas para o investidor.


No caso do exemplo, o valor de 57% referente ao ativo circulante indica que boa parte de receita da empresa tem como origem os ativos circulantes – recebimento imediato, enquanto os outros 47% são referentes a contas a receber, portanto a empresa possui quantia relevante de sua renda a receber no curto prazo.


A mesma ideia pode ser utilizada para explicar os valores do passivo, no entanto percebe-se que a fatia de maior relevância das despesas são de origem não circulante, portanto de longo prazo.


Para a DRE o desenvolvimento é mais simplificado, somente utiliza-se como valor de referência o item Receitas Líquidas. Os passos necessários para desenvolver o processo de uma análise vertical em uma DRE são os seguintes:


  1. Determinação do valor base – Receita de vendas Liquidas;

  2. Adicionar uma coluna vertical para os valores de AV%;

  3. Determinar o valor 100 para a lacuna referente ao valor de referência;

  4. Calcular individualmente os demais itens, utilizando a fórmula descrita;

  5. Analisar os resultados.


Você investe em ações? Então é sua obrigação saber onde aportar seu dinheiro. E não há uma maneira mais eficiente de conhecer uma empresa sem ser pelas demonstrações financeiras. E justamente por isso que preparamos o curso de contabilidade para investidores. Com ele aprenderá tudo sobre a saúde financeira das empresas, são lucrativas? Quais suas Margens? Diferenciais competitivos? Qual sua alavancagem? Saiba tudo.


Corra, pois o preço não vai continuar neste patamar por muito tempo!



Clique aqui e veja mais sobre curso.


ANÁLISE HORIZONTAL


A análise horizontal (AH) recebe este nome por se basear na evolução dos saldos das contas ao longo dos anos. Portanto a comparação ocorre entre os mesmos elementos patrimoniais, porém em exercícios diferentes. Destaca-se a capacidade de demonstrar crescimento ou queda ocorrida nas contas ou grupos de contas que constituem as demonstrações contábeis em períodos consecutivos.


A construção de uma análise horizontal tem como principal aspecto a utilização dos resultados de uma análise vertical, embora seja necessário comparar diferentes períodos de forma horizontal, para que, conforme o próprio nome destaca, se caracterize em uma análise horizontal. No entanto, para que isto ocorra costuma-se utilizar o primeiro exercício como valor de referência, ou seja, o valor base igual a 100%. A partir deste valor referencial é possível estabelecer a evolução dos demais exercícios comparativamente a essa base inicial.


O cálculo é bastante simples e considera a comparação do ano mais antigo (valor base), com isto todos os valores deste ano serão equivalentes a 100. Enquanto os anos subsequentes serão um percentual deste valor base, calculado conforme a equação abaixo:


Diferentemente da análise vertical que determinava um valor base para todos os cálculos, na análise horizontal determina-se somente um período.


Exemplo AH - DRE


Para determinar AH de uma DRE, alguns passos podem ser seguidos para facilitar o processo:


  1. Determinação do período base para os cálculos;

  2. Adicionar uma coluna vertical para os valores de AH% em cada período;

  3. Determinar o valor 100 para cada lacuna referente ao período de referência;

  4. Calcular individualmente cada item, utilizando a fórmula descrita;

  5. Analisar os resultados de maneira horizontal.

Seguindo os passos mencionados do processo de análise horizontal de um DRE, temos como resultado:


Podemos destacar no exemplo que com o passar dos anos a empresa consegue aumentar suas vendas, portanto é possível entender que ela vem ganhando mercado, além disso o resultado líquido demonstra uma evolução bastante significativa em relação aos anos anteriores. Em contra partida, as despesas operacionais aumentaram, embora seja um aumento de despesas, a evolução deste custo quando comparado com a evolução da receita líquida é bastante positiva, pois não evoluiu de forma tão acentuada.


As análises Horizontal e Vertical são importantes ferramentas para auxiliar os investidores na hora de tomar suas decisões quanto aos seus investimentos, aliando seu conhecimento sobre os demonstrativos financeiros as chances de retornos acima da média aumentam consideravelmente.


Se você busca se um investidor mais eficiente e encontrar as melhores oportunidades da bolsa, faça o curso de Contabilidade para Investidores da Modular.



Gostou do nosso artigo? Então, curta e compartilhe com seus amigos, nos ajude a informar muito mais pessoas sobre a importância de bons investimentos.


7,413 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo